quinta-feira

o sol toca
a rua cheira
reflexos azuis

2 comentários:

paulocorreia disse...

Entrei nesta Sala de Chá já não me recordo quando nem porquê. Às vezes sento-me aqui e observo penas de aves pelo ar, penas enormes. Serão as minhas penas?
As palavras que escreves têm contornos primordiais. Entendo como primórdio a essência das coisas. A nudez absoluta.
Tenho um livro "Paisagens de papel" para editar. Não sei quando. Queres dar forma à sua capa e interiores? Ou seja fazer a arquitectura de interiores das páginas onde derramarei as poucas palavras que sei escrever.

Anabela disse...

Sim claro