domingo

... ... .

Abri a porta entrei na saída que indicava o olhar parado. O corpo mexe-se no ventre as mãos sabem disso.   Gostava de ter um caminho vindo do exterior inesperado feito em silêncio em  admiração sem  mas liberto em si.  Abri a porta e saí à rua   estava dentro de casa a Natureza com o caminho